​Ao encerrar o ano de 2012, dezesseis jovens faziam parte deste núcleo. No primeiro semestre de 2013, houve a expansão, e mais seis jovens passaram a integrar o grupo. Iniciando o segundo semestre, ocorreu nova expansão e mais onze integrantes passam a fazer parte do Núcleo de Jovens Empreendedores. Essas mudanças apresentam um crescimento expressivo de 106%, totalizando trinta e três jovens nucleados.

Para participar do NJE, inicialmente em reunião, os então nucleados apresentam nomes de possíveis jovens empreendedores que possam ingressar no Núcleo de Jovens. Se aprovados, são convidados a participar de uma reunião na qual são explicadas detalhadamente as ações do núcleo, o planejamento do ano, bem como as vantagens de ser um nucleado. A partir desta apresentação, os convidados optam pela entrada ou não no movimento.

Renata Seraglio, Coordenadora do NJE, comenta: “É um retorno sobre o trabalho que está sendo desenvolvido pelo núcleo, com o apoio da ACIX, que muito nos orgulha.” A avaliação do evento foi excelente, haja vista  que, como um dos objetivos é fomentar o empreendedorismo, sempre sustentado pelos pilares da Capacitação, Networking e Associativismo, com a chegada destes novos integrantes, o núcleo ganha maior representatividade em nossa cidade, estado e região.

Em nome da diretoria e diretores executivos da ACIX, o presidente Vilson Piccoli, parabeniza o excelente trabalho de todos os membros do NJE que, de uma forma ou de outra, vem desempenhando um grande papel, não apenas dentro do núcleo, mas também em toda a sociedade Xanxerense.

Piccoli salienta que a bela imagem que a sociedade tem da ACIX construiu-se, também, com o apoio dos Núcleos e, em especial pelo NJE, que hoje representa um elo entre jovens empresários, com o desafio de buscar alternativas para o crescimento de suas empresas.

Que esses novos nucleados, possam trazer ideias que venham a somar e fortalecer o Núcleo, buscando conhecimento e companheirismo, entendendo que potencialidade sem controle leva ao desastre, que força sem experiência tende ao cansaço, e principalmente, que lucro sem parceria leva ao descaso e à solidão. O presidente ainda ressalta: “Muitos conhecimentos precisam de anos para serem adquiridos, e outros em apenas uma reunião (de núcleo), são adquiridos de forma rápida e gratuita.”